sexta-feira, 20 de abril de 2018

Em observação, no Teuco

Hoje é sábado. São 20:24.

Estou no Teuco, sentada no caixa.

- Obrigada por tudo. Obrigada. Para você também.

Ao meu lado direito, uma parede verde com um vão para a cozinha. Ao meu lado esquerdo, um vidro. Na minha frente, o vidro do caixa.

Agora são 20:51.

Estou no Teuco, sentada em um banco.

Ao meu lado direito, a mochila do André. Ao lado esquerdo, meu livro. Na minha frente, um corredor por onde as pessoas passam.

quinta-feira, 19 de abril de 2018

Em observação, no Infnet - 98

Hoje é sexta-feira. São 17:37h.

Estou no Infnet, sentada à mesa, no DPED.

Ao meu lado direito, parede. Ao meu lado esquerdo, um corredor por onde as pessoas passam. Na minha frente, a Joana sentada.

Quilder passa ao meu lado direito. Ele é mulato, alto, gordinho, cabelo curto, grisalho. Usa óculos. Veste calça jeans preta, blusa pólo vermelha e tênis preto.

O celular bipa. Whatsapp da Bruna.

- É...

Quilder passa ao meu lado direito. 

Luana passa ao meu lado direito. Ela é branca, magra, baixa. Tem o cabelo loiro, liso, comprido.

O celular bipa. Whatsapp da Bruna. Whatsapp do Marido.

- Fala. Caraca. Sei. É. Eu também. É. Pô. É. 

Fábio passa ao meu lado direito.

- Nem sei. É. 

O celular bipa. Whatsapp da tia Vera.

Fábio passa ao meu lado direito. Ele é negro, magro, alto, careca. Veste calça jeans, blusa vermelha, tênis bege.

Quilder passa ao meu lado direito. Ele é mulato, alto, gordinho, cabelo curto, grisalho. Usa óculos. Veste calça jeans preta, blusa pólo vermelha e tênis preto.

Ingrid passa ao meu lado direito falando ao celular.

Luana passa ao meu lado direito, carregando uns papéis.

- É, muito bom.

Quilder passa ao meu lado direito. Ele é mulato, alto, gordinho, cabelo curto, grisalho. Usa óculos. Veste calça jeans preta, blusa pólo vermelha e tênis preto.

Joana passa ao meu lado direito.

A cadeira na minha frente, agora, está vazia.

Ingrid passa ao meu lado direito. Ela é branca, alta, magra, tem o cabelo loiro, liso. Usa óculos. Veste um vestido estampado, verde e uma sapatilha bege.

Quilder passa ao meu lado direito. Ele é mulato, alto, gordinho, cabelo curto, grisalho. Usa óculos. Veste calça jeans preta, blusa pólo vermelha e tênis preto.

O celular bipa. Whatsapp do Marido.

Quilder passa ao meu lado direito. Ele é mulato, alto, gordinho, cabelo curto, grisalho. Usa óculos. Veste calça jeans preta, blusa pólo vermelha e tênis preto.

O celular bipa. Whatsapp do Marido.

O celular bipa. Whatsapp da tia Vera.

Quilder passa ao meu lado direito. Ele é mulato. Ele passa novamente. Ele é alto, gordinho, cabelo curto, grisalho. Usa óculos. Veste calça jeans, blusa pólo vermelha e tênis preto.

Joana passa ao meu lado direito carregando uma bolsa. Senta na sua cadeira à minha frente.

- Oi. Já tá com que? Celular? Não entendi. Nossa, nem tava sabendo disso. Não. Ah, eu acho que você tinha falado alguma coisa mesmo disso. 

- Que?

Quilder passa ao meu lado direito. Ele é mulato, alto, gordinho, cabelo curto, grisalho. Usa óculos. Veste calça jeans, blusa pólo vermelha e tênis preto.

Passa novamente.

O celular bipa. Whatsapp da Fernanda.

- Ai, meu Deus...

Ingrid passa ao meu lado direito. Ela é branca, alta, magra. Passa novamente. Tem o cabelo loiro, liso. Usa óculos. Veste um vestido estampado, verde, longo e uma sapatilha bege.

- Não, nas nossas férias, né? Mas não sei se no meio não vai ter não. Mas no meio não vai ter não, no meio até as férias não vai viajar de novo não. 

Luana passa ao meu lado direito.

- Obrigada, amiga!

quarta-feira, 18 de abril de 2018

Em observação, no táxi - 28

Hoje é quinta-feira. São 18:11.

Estou no táxi, sentada.

Ao meu lado direito, porta e janela fechadas. Ao meu lado esquerdo, minha mochila em cima do banco. Na minha frente, o banco vazio.

Em observação, no Psicologia e Coaching - 405

Hoje é quarta-feira. São 08:06.

Estou no consultório Psicologia e Coaching, sentada à mesa.

Ao meu lado direito, uma porta aberta. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, uma cadeira vazia.

Por aqui, silêncio.

- Bom dia! Tudo bem, graças a Deus!

Volto ao silêncio.

O celular bipa. E-mail da Catho que chegou.

Volto ao silêncio.

domingo, 15 de abril de 2018

Em observação, no Psicologia e Coaching - 404

Hoje é segunda feira. São 08:03.

Estou no consultório Psicologia e Coaching, sentada à mesa.

Ao meu lado direito, uma porta aberta. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia.

O celular bipa. WhatsApp da tia Vera.

Na minha frente, uma cadeira vazia.

Por aqui, silêncio.

O celular bipa. WhatsApp da Júlia.

Volto ao silêncio.

O celular bipa. WhatsApp da Daphne.

Volto ao silêncio.

O celular bipa. WhatsApp da Daphne.

Volto ao silêncio.

sexta-feira, 13 de abril de 2018

Em observação, no táxi - 27

Hoje é sábado. São 08:44.

Estou no táxi, sentada.

Ao meu lado direito, porta e janela fechadas. Ao meu lado esquerdo, um banco vazio. Na minha frente, um banco vazio.

Por aqui, silêncio.

É. Não, o outro. É nesse prédio aqui o. É, esse aqui. No próximo retorno, consegue voltar.

Silêncio.

É. O verde espelhado lá na frente. No meio daquelas árvores

Em observação, no Psicologia e Coaching - 403


Hoje é sexta-feira. São 08:02.

Estou no consultório Psicologia e Coaching sentada à mesa.

Ao meu lado direito, uma porta aberta. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, uma cadeira vazia.

Por aqui, silêncio.

O celular bipa. WhatsApp da Pilar.

Volto ao silêncio.

O celular bipa. WhatsApp da tia Vera.

Volto ao silêncio.

quinta-feira, 12 de abril de 2018

Em observação, no Infnet - 98

Hoje é quinta-feira. São 09:14h.

Estou no Infnet, sentada à mesa no RH.


Ao meu lado direito, um vão por onde as pessoas passam. Ao meu lado esquerdo, uma janela fechada. Na minha frente, a mesa do Roberto vazia.


- Isso mesmo.


- Entra. Olá. Bom dia.


- Ai, horrível.


- Ai, que delícia...


- Oi, Beth. Bom dia.


Agora são 12:46.

Estou no segundo andar , sentada.

Ao meu lado direito, um vão. Ao meu lado esquerdo, uma mulher sentada. Levantou. Agora uma mochila ao meu lado esquerdo.

Na minha frente, um vão por onde as pessoas passam.

Marco passa na minha frente.

Thuanny passa na minha frente.

- Tudo bem, Thu?


São 14:40.

O celular bipa. WhatsApp da Gardênia.

Estou sentada na sala 206.

Ao meu lado direito, parede. Ao meu lado esquerdo, um vão por onde as pessoas passam. Na minha frente, um vão por onde as pessoas passam.

O celular bipa. E-mail da Catho que chegou.

O celular bipa. WhatsApp da Gardênia e do Luiz.

Agora são 14:58.

Estou na sala 206, sentada à mesa.

Ao meu lado direito, um vão. Ao meu lado esquerdo, uma janela fechada. Na minha frente, parede.

quarta-feira, 11 de abril de 2018

Em observação, no táxi - 26

Hoje é quarta-feira. São 19:08.

O celular bipa. WhatsApp do André.

Estou no táxi, sentada.

Ao meu lado direito, porta e janela fechadas. Ao meu lado esquerdo, minha bolsa de livros e duas sacolas da Drogaria Pacheco.

O celular bipa. WhatsApp do André.

Na minha frente, um banco vazio.

O celular bipa. WhatsApp da Daphne.

- Cacete! Nossa, e eu tenho hora para chegar. Eita. É. Ah, não sabia. Entendi. Sei. Tudo parado. Eita. Caramba. Imagino. É, ali é rapidinho. É, que droga.

O celular bipa. Notificação da agenda.

O celular bipa. WhatsApp da Daphne.

- É. É mesmo. É mesmo. Sei. Eita. É mesmo.

O celular bipa. WhatsApp do André.

- É. É verdade. Eu imagino. Exatamente. É. Exato. Olha, mas eu sou pt com orgulho. Entre Lula e bolsonaro, Deus me livre guarde. E ele ajudou muito. E qual não está? Sei. Sei. Sei. Entendi.

O celular bipa. WhatsApp do André.

- Uhum. Aham. Aham. Aham. Aham. Sim. Aham. Não. Eu acho que todos os políticos são corrompíveis. Todos. Claro. É. É. Aham. Terceira a esquerda, por favor. Isso, por favor. No final da rua, a minha direita. Ah, entendi. Bom saber. Muito obrigada. Boa noite. Fica com Deus.

terça-feira, 10 de abril de 2018

Em observação, no Psicologia e Coaching - 402


Hoje é terça-feira. São 07:55.

Estou no consultório Psicologia e Coaching sentada à mesa.

O celular bipa. WhatsApp do Filipe.

Ao meu lado direito, uma porta aberta. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, uma cadeira vazia.

Por aqui, silêncio.

O celular bipa. WhatsApp da Beth.

Volto ao silêncio.

O celular bipa. Notificação da agenda.

Volto ao silêncio.

O celular bipa. WhatsApp do grupo sublocação.

Volto ao silêncio.

Agora estou deitada no sofá.

Ao meu lado direito, um vão. Ao meu lado esquerdo, parede. Na minha frente, uma cadeira vazia.

Por aqui, silêncio.