sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Em observação, no Infnet

Hoje é sexta-feira. São 9h28.

Estou no Instituto Infnet, no Centro, sentada na recepção.

Ao meu lado direito, uma porta de elevador. Ao meu lado esquerdo, minha mochila em cima e um banco vazio. Na minha frente, um corredor por onde as pessoas passam, para um lado e para o outro.

Um homem passa na minha frente.

Um homem passa na minha frente. É branco, alto, magro. Tem cabelo castanho claro, curto, usa óculos e carrega uma mochila. Veste calça jeans e blusa polo verde e um sapatenis cinza.

Um homem passa na minha frente. É branco, baixo, magro. Carrega um copo descartável.

Um homem passa na minha frente. É moreno, alto, gordinho, cabelo preto, curto. Usa bolsa marrom, tipo carteiro. Veste calça jeans, blusa marrom e tênis preto.

Uma mulher passa ao meu lado direito, saindo do elevador.

Um homem passa na minha frente. É alto, mulato, magro.

Um homem passa na minha frente.

Um homem passa na minha frente.

Um homem passa na minha frente mexendo no celular e carregando um livro. É branco, baixo, magro.

Um homem passa e pára na minha frente. É moreno, alto, magro.

Um homem passa na minha frente. É negro, magro, baixo, cabelo comprido com dreads.

Um homem passa na minha frente carregando um aramado de metal. É negro, baixo, um pouco gordinho.

Uma mulher passa na minha frente.

- Aí eu vim assim, ó...

Um homem passa na minha frente. É mulato, alto, magro, cabelo raspado. Veste calça jeans, blusa polo azul, tênis preto e mochila preta.

Uma mulher passa na minha frente.

Uma mulher passa na minha frente carregando um espanador.

Duas mulheres passam na minha frente.

Uma mulher passa na minha frente. É branca, magra, baixa.

Duas mulheres passam na minha frente.

Uma mulher passa na minha frente carregando um pano.

Um homem passa na minha frente.

Uma mulher passa na minha frente carregando um pote.

Dois homens passam na minha frente.

Mudo de lugar e sento mais próxima à recepção.

Um homem passa na minha frente. É moreno, baixo, magro.

Um homem passa na minha frente. É negro, magro, alto, cabelo raspado preto. Usa calça jeans, blusa social listrada, sapatênis preto e mochila preta.

Um homem passa na minha frente. É branco, alto, magro. Veste calça social preta, blusa social branca e preta e mochila preta.

Um homem passa na minha frente. É negro, magro, alto, cabelo raspado preto. Usa calça jeans, blusa social listrada, sapatênis preto.

Um homem passa na minha frente.

Uma mulher passa na minha frente carregando um saco plástico e um espanador. É mulata, magra, baixa, e está uniformizada com roupa de empresa de limpeza.

Um homem passa na minha frente. É mulato, alto, um pouco gordinho, e cabelo raspado, curto.

Um homem passa na minha frente.

Fui chamada.

(...)

Agora são 11h01.

Estou sentada em uma recepção interna.

Ao meu lado direito, minha mochila em cima e um banco vazio. Ao meu lado esquerdo, uma porta fechada. Na minha frente, um vão por onde as pessoas passam.


Estou sozinha aqui e, por aqui, está tudo aceso e silencioso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário