sexta-feira, 23 de junho de 2017

Em observação, no Infnet - 53

Hoje é quinta feira. São 14:26.

Estou no Infnet, na sala de reuniões, no 4º andar da ECDD. Estou sentada à mesa.

Ao meu lado direito, parede. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira. Na minha frente, um vão.

Por aqui, luzes apagadas e tudo silencioso.

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Em observação, no Medeiros Coiffeur - 2

Hoje é quarta feira. São 18:41.

Estou no salão Medeiros Coiffeur, sentada.

Ao meu lado direito, uma poltrona vazia. Ao meu lado esquerdo, um móvel. Na minha frente, um corredor por onde as pessoas passam.

- Boa noite, tudo bem?

Um homem passa na minha frente. É branco. Senta ao meu lado direito.

Uma mulher passa na minha frente. 

O homem ao meu lado direito mexe no celular.

Uma mulher passa na minha frente. É branca, magra, baixa, cabelo branco, liso.

Um menino passa na minha frente. É branco, baixo, magro, cabelo castanho, liso. Veste calça jeans, blusa de uniforme de escola, bota azul do Capitão América. Passa novamente.

Uma mulher passa na minha frente. É branca, baixa, magra, cabelo castanho, liso. Veste calça jeans, blusa preta.

Uma mulher passa na minha frente. Passa novamente. Passa novamente.

Uma mulher passa na minha frente. É branca, baixa, magra, cabelo castanho, curto e liso. Veste calça jeans, blusa preta, bolsa preta e chinelo havaianas.

Um homem passa na minha frente.

- É. Obrigada. É, só mão.

Um menino passa na minha frente. 

- Oi? Obrigada.

Um menino passa na minha frente. Passa novamente. É branco, baixo, magro, cabelo castanho, liso. Veste calça jeans, blusa de uniforme da escola, bota azul do Capitão América.

O homem ao meu lado direito mexe no celular.

Um homem passa na minha frente. Passa novamente. É mulato, magro.

O homem ao meu lado direito mexe no celular, no Facebook.

Uma mulher passa na minha frente carregando uma sacola. É branca, alta, magra. É loira, cabelo liso, e usa óculos. Veste calça branca e blusa branca.

- Pode ser aqui mesmo? Tá bom.

Ana senta na minha frente.

- Só. Só a mão.

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Em observação, no táxi - 7

Hoje é segunda feira. São 20:12.

Estou no táxi, sentada.

Ao meu lado direito, a porta do táxi. Ao meu lado esquerdo, a minha mochila. Na minha frente, o banco vazio.

Estou cantando Lighthouse Family.

O celular bipa. Whatsapp da Viviane no grupo Psicólogos RJ.

Estou cantando Diogo Nogueira.

- Pode entrar nessa primeira mesmo aqui tá, moço, por favor.

Estou cantando Mariah Carey.

- A terceira a esquerda para mim por favor, tá? Lá no final a minha direita, por favor.

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Em observação, no Infnet - 52

Hoje é sexta feira. São 14:08.

Estou no Infnet, sentada no segundo andar. 

Ao meu lado direito, parede. Ao meu lado esquerdo, um banco vazio. Na minha frente, um vão por onde as pessoas passam.

- E aí, Jô?

- E aí?

- Saúde.

- Amém.

Um homem passa na minha frente.

-Você conseguiu bater?

- Não.

- Deu biometria não cadastrada?

- Sim.

- Boa tarde.

- A secretaria tá fechada, só abre às cinco. Dá uma batida.

Núria passa na minha frente.

- Boa tarde.

- Olá, boa tarde.

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Em observação, no Psicologia e Coaching - 304

Hoje é quinta-feira. São 08:01.

Estou no consultório Psicologia e Coaching, sentada à mesa.

Ao meu lado direito, uma porta aberta. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, uma cadeira vazia.

Por aqui, luzes acesas e tudo silencioso.

O netbook bipa. Notificação da Carolina no facebook.

Volto ao silêncio.

O netbook bipa. E-mail que chegou.


Volto ao silêncio.

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Em observação, no Psicologia e Coaching - 303

Hoje é quarta-feira. São 07:56.

Estou no consultório Psicologia e Coaching, sentada à mesa.

Ao meu lado direito, uma porta aberta. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, uma cadeira vazia.

Por aqui, luzes acesas e tudo silencioso.

O celular bipa. Whatsapp da Raquel.


Volto ao silêncio.


O celular bipa. Whatsapp da Raquel.


Volto ao silêncio.


segunda-feira, 12 de junho de 2017

Em observação, no Psicologia e Coaching - 302

Hoje é segunda-feira. São 08:02.

Estou no consultório Psicologia e Coaching, sentada à mesa.

Ao meu lado direito, uma porta aberta. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, uma cadeira vazia.

Por aqui, luzes acesas e tudo silencioso.

O celular bipa. Whatsapp da Gabrielle.

Volto ao silêncio.

Paciente chegou.

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Em observação, no táxi - 6

Hoje é sexta feira. São 21:03.

Estou no táxi, sentada.

Ao meu lado direito, a porta. Ao meu lado esquerdo, minha mochila. Na minha frente, o banco vazio.

- Isso. Pode sim. Aquela agulhinha ali, né? Também não sei. Isso. Claro, está excelente.

- Pode. Por favor.

- Pode ir direto. Eu aviso ao senhor.

O celular bipa. Email do professor Paulo.

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Em observacao, no Infnet - 51

Hoje é quinta feira. São 19:43h.

Estou no Infnet, sentada no primeiro andar da ECDD.

Ao meu lado direito, uma porta. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, um vão por onde as pessoas passam.

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Em observação, no táxi - 6

Hoje é quarta feira. São 18:08.

Estou no táxi, sentada.

Ao meu lado direito, a janela do carro. Ao meu lado esquerdo, minha mochila. Na frente, um banco vazio.

O celular bipa. Email da Vanessa que chegou.

Bipa novamente. Whatsapp do André.

- Por que? Eita... Mentira, moço? Puta que pariu. Foda que se eu for de metrô, vou andar que nem uma filha da puta...

O celular bipa. Whatsapp do André.

terça-feira, 6 de junho de 2017

Em observação, no Psicologia e Coaching - 301

Hoje é terça-feira. São 07:14.

Estou no consultório Psicologia e Coaching, sentada à mesa.

Ao meu lado direito, uma porta aberta. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, uma cadeira vazia.

Por aqui, luzes acesas e tudo silencioso.

Paciente chegou.

Agora são 08:32.

Mesmo local, no consultório Psicologia e Coaching, sentada à mesa.

Ao meu lado direito, parede. Ao meu lado esquerdo, um móvel com coisas em cima. Na minha frente, duas cadeiras vazias.

Por aqui, luzes apagadas e tudo silencioso.




segunda-feira, 5 de junho de 2017

Em observação, no Psicologia e Coaching - 300

Hoje é segunda feira. São 19:58.

Estou no consultório Psicologia e Coaching, sentada na recepção.

Ao meu lado direito, parede. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira com a minha chave em cima. Na minha frente, um corredor por onde as pessoas passam.

Por aqui, luzes acesas e tudo silencioso.

O celular bipa. Whatsapp da Amanda.

Volto ao silêncio.

sábado, 3 de junho de 2017

Em observação, no Psicologia e Coaching - 299

Hoje é sábado. São 08:16.

Estou no consultório Psicologia e Coaching, sentada à mesa.

Ao meu lado direito, uma porta aberta. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, uma cadeira vazia.

Por aqui, luzes acesas e tudo silencioso.

O celular bipa. E-mail do Suvrvey Monkey que chegou.

Volto ao silêncio.

O netbook bipa. E-mail que chegou.

Volto ao silêncio.

sexta-feira, 2 de junho de 2017

Em observação, na Rua Uruguaiana - 19

Hoje é sexta feira. São 06:49.

Estou na Rua Uruguaiana, sentada em um banco.

Ao meu lado direito, um vão por onde as pessoas passam. Ao meu lado esquerdo, o banco vazio. Na minha frente, a rua, por onde veículos e pessoas passam.

Uma van branca passa na minha frente

Um furgão preto passa na minha frente.

Um Fiat Uno branco passa na minha frente.

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Em observação, no Infnet - 50

Hoje é quinta feira. São 16h21.

Estou no Infnet, na sala de reuniões, no 4º andar da ECDD. Estou sentada à mesa.

Ao meu lado direito, minha mochila no chão. Ao meu lado esquerdo, uma janela. Na minha frente, uma cadeira laranja e vazia.

Por aqui, luzes apagadas e tudo silencioso.

O celular bipa. Hangout da Ana.

Bipa novamente. Whatsapp da Ana.

Agora, luzes acesas. Por aqui, tudo silencioso.

O celular bipa. Whatsapp da Ana.

Bipa novamente. Notificação da agenda.

Volto ao silencio.

Juliana e Maria Eugenia entram.

Agora são 17:10.

Estou no mesmo lugar.

Por aqui, luzes acesas e tudo silencioso.

O celular bipa. Whatsapp do João.

Volto ao silêncio.

O celular bipa. Hangout da Maria Eugênia.

Volto ao silêncio.

- Oi, pois não? Qual o seu nome? Legal, vou pedir para alguém te receber, pois eu não faco parte do departamento pedagógico. Só um minutinho.

Agora são 17:20.

Estou no mesmo lugar.

Por aqui, luzes acesas e tudo silencioso.

- Oi, qual o seu nome? Pois não, vou pedir para alguém te receber, só um minutinho.

Agora são 17:27.

Estou no mesmo lugar.

Por aqui, luzes acesas e tudo silencioso.

O celular bipa. Notificação da agenda.

- Oi, tudo bem? Claro.

Volto ao silêncio.

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Em observação, no táxi - 5

Hoje é quarta feira. São 19:48.

Estou no táxi, sentada. Ao meu lado direito, o banco vazio. Ao meu lado esquerdo, a porta. Na minha frente, o motorista dirigindo. Ele é negro, gordo, cabelo preto e curto. Usa blusa pólo azul.

Ele canta. Assobia.

- É, tá ruim aqui!

- É, trânsito ruim, né?

O celular bipa. Whatsapp da Myriam.

O motorista assobia. Canta.

- O cara não sabe o que quer fazer. Põe a seta e vai para o outro lado! Não pode...

- É. O senhor pode virar aqui a esquerda, por favor? Após o sinal ali, onde tem um toldo azul, um pouco mais a frente, por favor.

terça-feira, 30 de maio de 2017

Em observação, no Infnet - 49

Hoje é terça feira. São 18:03.

Estou no Infnet, em uma sala de reunião na ECDD.

Ao meu lado direito, uma cadeira com a minha mochila em cima. Ao meu lado esquerdo, um vão. Na minha frente, três cadeiras vazias.

Por aqui, tudo silencioso.

Jogo um beijo para o Jonas, que passa do lado de fora.

Volto ao silêncio.

Em observação, no Infnet - 48

Hoje é segunda feira. São 19:37.

Estou no Infnet, sentada no segundo andar.

Ao meu lado direito, parede. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, um vão por onde as pessoas passam 

Márcio passa na minha frente.

- Oi professor. É.

- Oi professor.

Um homem passa na minha frente.

Um homem passa na minha frente.

Duas mulheres passam na minha frente. Passam novamente. 

Um homem passa na minha frente.

Maxwell passa na minha frente.

- E aí. Quarenta e oito eu bato.

domingo, 28 de maio de 2017

Em observação, no Infnet - 47

Hoje é sexta feira. São 19:36.

Estou no Infnet, sentada​ no segundo andar.

Ao meu lado direito, parede. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, um vão por onde as pessoas passam.

Um homem passa na minha frente.

Um homem passa na minha frente.

Um homem passa na minha frente.

Aline e Marcella passam na minha frente.

- Olás. E aí? Tudo bem?

Max passa na minha frente. Passa novamente.

Um professor passa na minha frente. Passa novamente.

- Olá professor. Tudo bem? Graças a Deus.

Luciane passa na minha frente carregando o carrinho.

Gledson e Núria passam na minha frente.

- E aes. Ah, que chato. Ah, adoro. Beijo, bom final de semana.

- Oi, boa noite.

Um homem passa na minha frente.

Um homem passa na minha frente. É branco, alto, magro, cabelo castanho.

Um homem passa na minha frente.

Um professor passa na minha frente.

Luciane passa na minha frente carregando o carrinho.

Núria passa na minha frente.

- Olá.

Núria passa na minha frente.

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Em observação, na Psicologia e Coaching - 298

Hoje é quinta-feira. São 07:15.

Estou no consultório Psicologia e Coaching, sentada à mesa.

Ao meu lado direito, uma porta aberta. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, uma cadeira vazia.

Por aqui, luzes acesas e tudo silencioso.

O netbook bipa. E-mail que chegou. 

Volto ao silêncio.

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Em observação, no Psicologia e Coaching - 297

Hoje é quarta-feira. São 09:14.

Estou no consultório Psicologia e Coaching, sentada à mesa.

Ao meu lado direito, uma porta aberta. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, uma cadeira vazia.

Por aqui, luzes acesas e tudo silencioso.

Paciente chegou.


terça-feira, 23 de maio de 2017

Em observação, na Sensorium

Hoje é terça feira. São 14:00.

Estou na Sensorium, sentada na recepção. 

Ao meu lado direito, uma planta. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, um corredor por onde as pessoas passam.

Uma mulher passa.

Um homem.

Uma mulher passa na minha frente. É branca, alta, gorda.

Um homem passa na minha frente. É branco.

Uma mulher passa na minha frente. É branca, baixa, magra.

- Não, é só o nasal. O pedido ficou aqui. Eu só tenho esse papelzinho aqui, ó.

Uma mulher passa na minha frente.

- Oi. Tou indo.

Um homem passa na minha frente. É negro, alto, magro.

O celular bipa. Email que chegou.

Um homem passa na minha frente. É branco, baixo, magro. Tem o cabelo castanho, encaracolado. Usa calça social preta, casaco cinza.

Um homem passa na minha frente carregando uma sacola. Ele é branco.

Uma mulher passa na minha frente, carregando uma bolsa, um casaco e um copo. É branca, baixa, gorda. Tem o cabelo liso, comprido e loiro. Usa óculos. Veste calça jeans, blusa estampada, sapatilha rosa. Tem uma bolsa preta e casaco beje enrolado na bolsa.

Agora são 14:20.

Estou sentada numa recepção interna.

Ao meu lado direito, um corredor por onde as pessoas passam. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, um vão por onde as pessoas passam.

Um homem passa na minha frente carregando uma mochila.

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Em observação, no Psicologia e Coaching - 296

Hoje é segunda-feira. São 08:10.

Estou no consultório Psicologia e Coaching, sentada à mesa.

Ao meu lado direito, uma porta aberta. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, uma cadeira vazia.

Por aqui, luzes acesas e tudo silencioso.

O netbook bipa. E-mail que chegou.


O celular bipa. Whatsapp da Laiane.


Volto ao silêncio.


O celular bipa. Whatsapp da Eva Maria.


Volto ao silêncio.


- Bom dia.


O netbook bipa. E-mail que chegou.


O celular bipa. Whatsapp da Eva Maria.


Volto ao silêncio.


O celular bipa. E-mail da Mônica Valéria.


Bipa novamente. Whatsapp da Eva Maria.


Volto ao silêncio.


O celular bipa. Whatsapp da Eva Maria.



Volto ao silêncio.

O celular bipa. Whatsapp da Eva Maria.

Bipa novamente. E-mail do Joelson. 

Bipa novamente. Whatsapp da Eva Maria.

Volto ao silêncio.

O celular bipa. Whatsapp da Eloá.

Volto ao silêncio.

sábado, 20 de maio de 2017

Em observação, no Psicologia e Coaching - 295

Hoje é sábado. São 12:17.

Estou no consultório Psicologia e Coaching, sentada à mesa.

Ao meu lado direito, uma porta aberta. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, uma cadeira vazia.

Por aqui, luzes apagadas e tudo silencioso.

O netbook bipa. E-mail que chegou.

Volto ao silêncio.

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Em observação, no Infnet - 46

Hoje é sexta feira. São 14:29.

Estou no Infnet, sentada no segundo andar.

Ao meu lado direito, parede. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, um vão por onde as pessoas passam.

O celular bipa. Whatsapp da Isabela e da Márcia Regina.

- Oi, boa tarde. Tudo bem e você?

Uma mulher passa na minha frente.

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Em observação, no Infnet - 45

Hoje é quinta-feira. São 19:03.

Estou no Infnet, sentada em uma sala de reunião, no quarto andar.

Ao meu lado direito, parede. Ao meu lado esquerdo, duas cadeiras vazias. Na minha frente, duas cadeiras vazias.

Por aqui, luzes acesas e tudo silencioso.

terça-feira, 16 de maio de 2017

Em observação, no Psicologia e Coaching - 294

Hoje é terça-feira. São 07:24.

Estou no consultório Psicologia e Coaching, sentada à mesa.

Ao meu lado direito, uma porta aberta. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, uma cadeira vazia.

Por aqui, luzes acesas e tudo silencioso.

O netbook bipa. E-mail que chegou.


Volto ao silêncio.


O celular bipa. Whatsapp da Izabelly.


Volto ao silêncio.





segunda-feira, 15 de maio de 2017

Em observação, no táxi - 4

Hoje é segunda feira. São 20:27.

Estou no táxi, sentada. 

Ao meu lado direito, a porta. Ao meu lado esquerdo, a sacola da Zux. Na minha frente, um banco vazio.

O celular bipa. Whatsapp da Vivilaine.

- Pode entrar aqui mesmo, obrigada, por favor.

O celular bipa. Whatsapp do André.