segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Em observação, no Psicologia e Coaching - 347

Hoje é segunda feira. São 07:49.

Estou no consultório Psicologia e Coaching, sentada a mesa.

Ao meu lado direito, uma porta aberta. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, uma cadeira vazia.

Por aqui, luzes acesas e tudo silencioso.

sábado, 21 de outubro de 2017

Em observação, no Psicologia e Coaching - 346

Hoje é sábado. São 12:15.

Estou no consultório Psicologia e Coaching, sentada a mesa.

O celular bipa. Whatsapp do Virgílio.

Ao meu lado direito, uma porta aberta. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, uma cadeira vazia.

Por aqui, luzes apagadas e tudo silencioso.

O celular bipa. Whatsapp da Manuela. Bipa novamente. Whatsapp da Bianca. Bipa novamente. Whatsapp da Manuela. Whatsapp da Bianca.

Volto ao silêncio.

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Em observação, no Infnet - 76

Hoje é sexta feira. São 14:00.

Estou no Infnet, sentada no segundo andar.

Ao meu lado direito, parede. Ao meu lado esquerdo, um banco vazio. Na minha frente, um vão por onde as pessoas passam.

- Olá, tudo bem? Tchau!

Núria passa na minha frente.

- Oi.

- Olá, tudo bem?

- Tudo.

Uma mulher passa na minha frente carregando uma bolsa e falando ao celular.

Um homem passa na minha frente carregando um carrinho.

- Olá.

- Boa tarde.

Um homem passa na minha frente carregando um carrinho.

O celular bipa.

Uma mulher passa na minha frente carregando uma bolsa e o celular. É branca.

Glelson passa na minha frente. Ele é branco.

Um homem passa na minha frente. É branco, alto.

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Em observação, no Infnet - 75

Hoje é quinta-feira. São 18:26.

Estou no Infnet, na sala de reuniões, no 4º andar da ECDD. Estou sentada à mesa.

Ao meu lado direito, uma lixeira no chão. Ao meu lado esquerdo, uma janela entreaberta. Na minha frente, uma cadeira laranja, vazia.

Por aqui, luzes acesas e tudo silencioso.

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Em observação, no Psicologia e Coaching - 345

Hoje é terça feira. São 07:54.

Estou no consultório Psicologia e Coaching sentada a mesa.

Ao meu lado direito, uma porta aberta. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, uma cadeira vazia.

Por aqui, luzes acesas e tudo silencioso.

O celular bipa. Whatsapp do grupo Macumbeiros online.

- Bom dia.

Volto ao silêncio.

O celular bipa. Whatsapp do marido.

Volto ao silêncio.

O celular bipa. Whatsapp do Gabriel.

Volto ao silêncio.

O celular bipa. Whatsapp do Gabriel.

Volto ao silêncio.

O celular bipa. Whatsapp do Gabriel.

Volto ao silêncio.

domingo, 15 de outubro de 2017

Em observação, no taxi - 10

Hoje é segunda feira. São 20:09.

Estou no táxi, sentada.

Ao meu lado direito, a porta e janela. Ao meu lado esquerdo, minha mochila. Na minha frente, um banco vazio.

- Pode entrar nessa primeira a direita aqui, tá, moço, por favor? Aqui a terceira a esquerda, por favor. Ali no final, a direita.

- Amor, você mandou para mim a mensagem. Era para mim mesmo?

- Meu marido mandou mensagem que acho que era para a minha filha e veio para mim. Você tem luz, moço? Deixa eu ver se eu tenho trocado. Aqui, está certinho. Muito obrigada, viu? Vai com Deus.

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Em observação, no táxi - 9

Hoje é sexta feira. São 20:15.

Estou no táxi, sentada. 

Ao meu lado direito, porta e janela. Ao meu lado esquerdo, minha mochila no banco. Na minha frente, um banco vazio.

O celular bipa. Whatsapp do Marido.

- Eita, acidente, será? Não. É. Não precisa ultrapassar o ônibus não, tá moço? É.

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Em observação, no Psicologia e Coaching - 344

Hoje é quinta feira. São 07:56.

Estou no consultório Psicologia e Coaching, sentada a mesa.

Ao meu lado direito, uma porta aberta. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, uma cadeira vazia. 

Por aqui, luzes acesas e tudo silencioso.

O celular bipa. Whatsapp da Lidiane.

Volto ao silêncio.

O celular bipa. E-mail da Dessana.

Volto ao silêncio.

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Em observação, no Psicologia e Coaching - 343

Hoje é terça feira. São 08:06.

Estou no consultório Psicologia e Coaching sentada a mesa.

Ao meu lado direito, uma porta aberta. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, uma cadeira vazia.

Por aqui, luzes acesas e tudo silencioso.

Em observação, no Psicologia e Coaching - 342

Hoje é segunda feira. São 07:52.

Estou no consultório Psicologia e Coaching, sentada a mesa.

Ao meu lado direito, uma porta aberta. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, uma cadeira vazia. 

Por aqui, luzes acesas e tudo silencioso.

A campainha toca

Em observação, no Psicologia e Coaching - 341

Hoje é sábado. São 12:24.

Estou no consultório Psicologia e Coaching sentada a mesa.

Ao meu lado direito, uma porta aberta. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, uma cadeira vazia.

Por aqui, luzes acesas e tudo silencioso.

O celular bipa. Whatsapp da Rieli.

Volto ao silêncio.

O celular bipa. Whatsapp da Rieli.

Volto ao silêncio.

Paciente chegou.

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Em observação, no Psicologia e Coaching - 340

Hoje é sexta feira. São 07:45.

Estou no consultório Psicologia e Coaching, sentada a mesa.

Ao meu lado direito, uma porta aberta. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, uma cadeira vazia.

Por aqui, luzes apagadas e tudo silencioso.

Em observação, na Smart Fit - 16

Hoje é quinta feira. São 09:52.

Estou na Smart Fit, na bicicleta, no primeiro andar.

Ao meu lado esquerdo, uma bicicleta vazia. Ao meu lado direito, uma mulher no transport. Na minha frente, um corredor por onde as pessoas passam.

Um homem.

Um homem passa na minha frente. É branco, magro.

Um homem passa na minha frente. É branco, baixo, magro, cabelo preto, curto.

Uma mulher passa na minha frente carregando um celular.

Uma mulher passa na minha frente carregando uma bolsa.

Uma mulher.

Um homem passa na minha frente.

Um homem passa na minha frente. É mulato, magro, alto, cabelo preto.

Uma mulher.

Uma mulher.

Um homem passa na minha frente. 

Um homem passa na minha frente carregando uma mochila.

Um homem.

Um homem.

Um homem passa na minha frente. É branco, alto, gordo.

Um homem.

Um homem passa na minha frente. E branco, magro, alto, cabelo castanho curto.

Um homem.

Um homem passa na minha frente. É branco, magro, alto, cabelo branco. 

Um homem passa na minha frente.

Uma mulher.

Uma mulher passa na minha frente carregando uma garrafa.

Uma mulher passa na minha frente.

Um homem passa na minha frente carregando um celular.

Um homem.

Um homem passa na minha frente.

Um homem passa na minha frente.

Um homem.

Um homem.

Um homem passa na minha frente carregando uma sacola.

Um homem passa na minha frente. É branco.

Duas mulheres passam na minha frente. 

Uma mulher passa na minha frente carregando uma garrafa. É branca, baixa, magra, cabelo castanho encaracolado, preso em um rabo de cavalo. Usa óculos.

Dois homens passam na minha frente. Um deles carrega uma sacola. São brancos.

Um casal passa na minha frente. 

Um casal.

Uma mulher passa na minha frente.

Um casal.

Um homem.

Um homem passa na minha frente carregando uma sacola.

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Em observação, no Infnet - 74

Hoje é quarta feira. São 19:44.

Estou no Infnet, sentada no segundo andar.

Ao meu lado direito, parede. Ao meu lado esquerdo, um banco vazio. Na minha frente, um vão por onde as pessoas passam.

terça-feira, 3 de outubro de 2017

Em observação, no Infnet - 73

Hoje é terça feira. São 12:54.

Estou no Infnet, sentada no segundo andar.

Ao meu lado direito, parede. Ao meu lado esquerdo, um banco vazio. Na minha frente, um vão por onde as pessoas passam.

Um homem passa na minha frente.

- Olá.

Thiago passa na minha frente. Passa novamente.

Um homem passa na minha frente.

- E ae? Tudo bem?

- Olá, tudo bem?

Núria passa na minha frente carregando uma mochila. Ela é branca, baixa, magra. Tem o cabelo curto, preto e encaracolado. Usa óculos.

Agora são 19:47.

Estou no Infnet, sentada no segundo andar.

Ao meu lado direito, um banco vazio. Ao meu lado esquerdo, uma porta. Na minha frente, um vão por onde as pessoas passam.

- Ei Elaine, tudo bem?

domingo, 1 de outubro de 2017

Em observação, no Psicologia e Coaching - 339

Hoje é segunda feira. São 08:09.

Estou no consultório Psicologia e Coaching, sentada a mesa.

Ao meu lado direito, uma porta aberta. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, uma cadeira vazia.

Por aqui, luzes apagadas e tudo silencioso.

Em observação, no Psicologia e Coaching - 338

Hoje é sábado. São 08:29.

Estou no consultório Psicologia e Coaching sentada a mesa.

Ao meu lado direito, uma porta aberta. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, uma cadeira vazia.

Por aqui, luzes acesas e tudo silencioso.

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Em observação, no Infnet - 72

Hoje é sexta feira. São 14:01.

Estou no Infnet, sentada no segundo andar.

Ao meu lado direito, parede. Ao meu lado esquerdo, um banco vazio. Na minha frente, um vão por onde as pessoas passam.

O celular bipa. Whatsapp da Beth e da Gaeth.

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Em observação, no escritório do pai - 24

Hoje é quinta feira. São 19:35.

Estou no escritório do pai, deitada no sofá da sala de reunião.

O celular bipa. Whatsapp da Amanda.

Aí meu lado direito, parede. 

O celular bipa. Whatsapp da Gaeth.

Ao meu lado esquerdo, um vão. Na minha frente, uma porta fechada.

Por aqui, luzes acesas e tudo silencioso.

​Converso pelo whatsapp, por voz, com Amanda.

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Em observação, no Psicologia e Coaching - 337

Hoje é quarta feira. São 08:10.

Estou no consultório Psicologia e Coaching sentada a mesa.

Ao meu lado direito, uma porta aberta. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, uma cadeira vazia.

Por aqui, luzes acesas e tudo silencioso.

Paciente chegou.

Agora são 09:02.

Estou no mesmo local.

Por aqui, luzes acesas e tudo silencioso.

O celular bipa. Mensagem da Vivian no whatsapp.

Volto ao silêncio.

Paciente chegou.

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Em observação, na Herbalife - 8

Hoje é terça feira. São 12:22.

Estou na Herbalife, sentada num pufe. 

Ao meu lado direito, um pufe branco vazio. Ao meu lado esquerdo, um pufe verde com panfletos em cima. Na minha frente, um corredor por onde as pessoas passam.

O celular bipa. Whatsapp do André.

- Tudo beleza, graças a Deus.

Um homem passa na minha frente.

Um homem.

Uma mulher.

Um homem passa na minha frente.

Tudo bem, graças a Deus.

Tem menos impacto, né? Pô...

domingo, 24 de setembro de 2017

Em observação, no Psicologia e Coaching - 336

Hoje é segunda feira. São 20:04.

Estou no consultório Psicologia e Coaching, sentada a mesa.

Ao meu lado direito, uma porta fechada. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, uma cadeira vazia.

Por aqui, luzes acesas e tudo silencioso.

Em observação, na Smart Fit - 15

Hoje é domingo. São 09:49.

Estou na Smart Fit, na bicicleta. 

Ao meu lado direito, uma bicicleta vazia. Ao meu lado esquerdo, um homem na bicicleta. Na minha frente, um corredor por onde as pessoas passam.

O homem ao meu lado esquerdo é branco, magro.

Duas mulheres passam na minha frente.

Um homem passa na minha frente. É mulato, alto.

Uma mulher passa na minha frente carregando uma bolsa e uma garrafa.

Um homem passa na minha frente.

Um homem passa na minha frente carregando uma viseira e um óculos.

Um homem passa na minha frente carregando uma vassoura e uma pá. Ele é negro, alto, magro. Tem o cabelo preto e bigode preto. Veste um uniforme azul marinho e branco.

Uma mulher passa na minha frente. É mulata, baixa, magra. 

Um homem passa na minha frente. É branco, alto, magro. Tem o cabelo castanho, curto. 

Um homem passa na minha frente carregando uma vassoura.

Um homem passa na minha frente. É branco, alto, gordo. 

O homem ao meu lado saí.

Um homem passa na minha frente carregando um celular. É branco, alto.

Um homem passa na minha frente. É branco, alto, um pouco gordo. Tem o cabelo castanho claro. Veste uma bermuda cinza, uma blusa do Guns and Roses. 

Um homem passa na minha frente carregando uma toalha. É branco, alto, gordo, cabelo grisalho. Veste uma bermuda cinza, blusa vermelha e tênis cinza e preto.

Uma mulher passa na minha frente carregando uma sacola e uma garrafa de água. É branca, baixa, magra. Tem o cabelo preto e liso. Veste calça preta e blusa laranja e tênis branco.

Uma mulher passa na minha frente carregando um celular. É branca, baixa, magra.

Uma mulher passa na minha frente carregando um celular. É branca, baixa.

Um homem passa na minha frente carregando um celular. É branco, alto, magro. Cabelo preto, curto. 

Um homem passa na minha frente carregando uma garrafa.

Uma mulher passa na minha frente carregando uma bolsa.

Um homem passa na minha frente. É branco, baixo, magro. Tem o cabelo preto e curto.

Uma mulher passa na minha frente. É branca, alta, magra. Tem o cabelo curto, castanho. Usa óculos. 

Um homem passa na minha frente carregando uma mochila. É branco, baixo, magro. Tem o cabelo preto, curto. Usa óculos.

Um homem passa na minha frente. É branco, alto, magro. Tem o cabelo preto e curto. 

Uma mulher passa na minha frente carregando uma bolsa. É branca, alta, magra.

Um homem passa na minha frente carregando uma garrafa de água.

Um homem passa na minha frente carregando uma mochila. É branco, alto, magro. Tem o cabelo castanho, comprido.

Dois homens passam na minha frente. 

Um homem passa na minha frente.

Um homem senta na bicicleta ao meu lado esquerdo.

Um homem passa na minha frente.

Um homem passa na minha frente.

Um homem passa na minha frente carregando uma mochila. É branco, baixo, magro. Veste bermuda marrom, blusa branca e boné cinza.

Uma mulher passa na minha frente carregando uma mochila e um copo com suco.

Uma mulher passa na minha frente carregando chaves. 

Um casal passa na minha frente.

Uma mulher passa na minha frente carregando uma mochila.

Um homem passa na minha frente carregando uma carteira.

Um homem.

Uma mulher passa na minha frente.

Uma mulher.

Um homem.

Uma mulher passa na minha frente.

Um homem.

Uma mulher passa na minha frente.

Uma mulher passa na minha frente carregando um celular.

Uma mulher passa na minha frente carregando uma garrafa de água. É branca, magra, baixa. 

Um homem passa na minha frente. É branco, magro, alto. Tem o cabelo preto, curto. 

Um homem passa na minha frente.

sábado, 23 de setembro de 2017

Em observação, no Psicologia e Coaching - 335

Hoje é sábado. São 12:11.

Estou no consultório Psicologia e Coaching, sentada a mesa.

Ao meu lado direito, uma porta aberta. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, uma cadeira vazia.

Por aqui, luzes apagadas e tudo silencioso.

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Em observação, no Infnet - 71

Hoje é sexta feira. São 17:41

Estou no Infnet, na sala de reuniões, no 4º andar da ECDD. Estou sentada à mesa.

Ao meu lado direito, parede. Ao meu lado esquerdo, minha mochila e sacolas no chão. Na minha frente, uma cadeira laranja, vazia.

Por aqui, luzes apagadas e tudo silencioso.

- Tou.

Raquel entra.

- Quer que acenda?

- Não. Ah, pode ser.

- Porque força a luz, né? Força a vista. 

- Muito obrigada.


- Discobiografia legionária... Ah, do Legião. Eu tive uma época que eu gostava de Legião, mas depois não. 


- Eu gosto. O livro é do André, né? Eu leio os livros do André.


Raquel sai.


- Eu terminei A Máquina de fazer espanhóis. É... belíssimo... Amo. Os livros dele parecem um poema... É, você me disse. É um fininho, né? Tá bom, muito obrigada. Vai lá. Beijos.


- E aí?


Adriana entra na sala.


- Ih!


Adriana sai da sala.


O celular bipa. Whatsapp da mãe Leodeth.


Agora, luzes acesas e tudo silencioso.

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Em observação, no Infnet - 70

Hoje é quinta feira. São 06:55.

Estou no Infnet, sentada no segundo andar.

Ao meu lado direito, parede. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, um vão por onde as pessoas passam.

Um homem passa na minha frente carregando uma mochila.

Em observação, no Psicologia e Coaching - 334

Hoje é quarta feira. São 08:59.

Estou no consultório Psicologia e Coaching, sentada a mesa.

Ao meu lado direito, uma porta aberta. Ao meu lado esquerdo, uma cadeira vazia. Na minha frente, uma cadeira vazia.

Por aqui, luzes apagadas e tudo silencioso.