sexta-feira, 14 de junho de 2013

Sandra

Eu a conhecia pelo telefone, assim, bem profissionalmente. Só repassando minhas ligações, igualmente profissionais. Ela sorria quando me ouvia, quando falava.

A vi pessoalmente, pela primeira vez, de peruca. Vestida de uma princesa-que-não-lembro-o-nome. Era uma festa profissional, apesar de à fantasia. Falamos pouco. O sorriso que eu ouvia no telefone, ouvi, também, no seu olhar silencioso.

Não sei precisar quando começou a amizade. Mas hoje, sendo aniversário dela, ela merece, sim, ser fotografada.

Ela já veio almoçar comigo. Tomar café da manhã. Lanchar no meio da tarde. Passar aqui, no dia do meu aniversário. Já trouxe presente. Já levou roupas minhas (e minhas mochilas). Já levou caneca. Já trouxe Coca-Cola. Já trouxe Guaraviton. Já nos encontramos na rua - ao acaso (acaso?) - e a resgatei, pra um café comigo. Já cortei as uvas para ela. Ela já lavou minha louça.

Ela já foi ao Jardim Botânico, na minha árvore-avó. Veio - de longe - estar com gente que ela não conhecia. Buscou um cantinho no sol. Veio me abraçar no momento de dor e saudades. Veio dizer: estou aqui.  E tem estado. Conheceu meu tio (meu amor...) - e minha família - e tem os meus como se fossem dela. 

Já fomos à praia juntas. E entramos no mar. E rimos, e choramos. E nos banhamos pelo sol.

Já me levou ao teatro. Já tivemos vontade de dançar, quando só podíamos balançar os pés e ficar - rindo - contidas do ambiente "não-pode-dançar-aqui!".

Já nos falamos por skype. Já nos falamos por whatsapp. Ela já enxugou as minhas lágrimas. E eu as dela. Já rimos às gargalhadas. Já nos entendemos no olhar silencioso.

Ela conhece - e ama - a minha melhor amiga e irmã.

Ela conhece e - apesar de não ser de graça -, adora meu namorado. E ele idem. 

Hoje, Sandra, eu desejo tudo de melhor que a vida possa oferecer para uma pessoa iluminada, como você.

Que você tenha amigos e amigas em quem possa confiar e contar.
Que você tenha seu amor, perto ou longe. E seu pequeno.
Que você tenha a sua família. A sua mãe, a sua pequena, os seus gatos.
Que você tenha a sua casa, seja lá onde ela for. 
Que você tenha uma cama, e um canto, pra dormir e poder ser chamegada.
Que você tenha comida e bebida. E motivos sempre para celebrar.
Que você tenha um trabalho que te dignifique e que te faça feliz.  
Que você tenha segurança, paz, tranquilidade.
Que, todos os dias, você seja plenamente feliz.
Que o seu olhar feliz - do qual me orgulho muito - e amoroso - que me conforta tanto - nunca se perca.
Que você possa ver (mesmo que eu não esteja junto) em mim - sempre - uma amiga, que estará por aqui, celebrando, com alegria, cada dia da sua vida.

Eu amo você.
Lua

Um dia qualquer, na RHITSolution

Um dia qualquer, de manhã cedinho, na RHITSolution

Um dia qualquer, na RHITSolution

Um dia qualquer, na RHITSolution

No dia que veio pegar minhas mochilas, na RHITSolution

No dia do meu aniversário, na RHITSolution

No dia do meu aniversário, na RHITSolution

Um dia qualquer, na RHITSolution

Um dia qualquer, na RHITSolution

O último dia juntas - um lanche à noite na sexta-feira, na RHITSolution

Nenhum comentário:

Postar um comentário