terça-feira, 27 de maio de 2014

Em observação, n'As Claras

Hoje é quarta-feira. São 8h26.

Estou n’As Claras, no Shopping Itanhangá, na Barra.

Estou sentada em uma mesa, sozinha. Ao meu lado direito, um pequeno corredor onde as pessoas passam; ao meu lado esquerdo, uma mureta; na minha frente, uma cadeira vazia e outras mesas, igualmente vazias.

Um senhor passa ao meu lado direito. É mulato, baixo, magro. Veste uma calça jeans, blusa do Flamengo, tênis cinza e boné verde. Ele passa novamente ao meu lado direito.

Um senhor passa ao meu lado direito. Mulato, baixo, magro, cabelo raspado. Veste uma bermuda preta, uma camisa rosa e um tênis preto.

Um senhor passa ao meu lado direito. É mulato, alto, gordo, cabelo preto, raspado. Veste calça jeans, blusa preta, sapato marrom e mochila marrom.

Uma senhora passa ao meu lado direito. É baixa, gordinha, cabelo preto, liso, preso num coque. Carrega uma vassoura. Veste um uniforme azul e branco e usa botas brancas. Passa novamente ao meu lado direito.

Um senhor passa ao meu lado direito. É mulato, alto, gordo, cabelo preto, raspado. Veste calça jeans, blusa preta, sapato marrom e mochila marrom.

Uma senhora passa ao meu lado direito. É branca, magra, alta, cabelo liso, castanho claro. Veste calça jeans, blusa estampada vermelha, salto alto caramelo e bolsa preta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário