segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Em observação, no Psicologia e Coaching - 29

Hoje é terça-feira. São 13h16.

Estou no consultório Psicologia e Coaching, sentada à mesa. Ao meu lado direito, parede. Ao meu lado esquerdo, um móvel. Na minha frente, Luciana* faz uma redação. Ela é branca, magra, baixa, cabelo comprido, liso, castanho. Veste uma blusa de renda, branca. Está debruçada, sobre a mesa, escrevendo.

Por aqui, tudo aceso e nós duas silenciosas.

Ela coça o rosto. Apoia a mão na cabeça. Continua escrevendo. Joga o cabelo para a frente. Apoia a mão na cabeça. Ajeita o cabelo. Coloca a mão sobre a mesa. Continua escrevendo. Coloca o cabelo para trás da orelha, pousa a mão na boca. Pousa a mão sobre a mesa. Continua escrevendo. Coça o olho. Mexe no cabelo. Pousa a mão sobre a mesa. Continua escrevendo.

- Deixa eu ver se eu acabei. É, claro. Eu fiz 19.

- Tá ótimo. Não precisa ser 20 xiita.

- Tá ótimo. 19 tá bom, né?

- Tá perfeito.

Luciana acaba de fazer a redação. Tem a mão apoiada sobre a mesa. Acabou a redação. Me entregou.

- Tá ótimo, Luciana, muito obrigada. Na próxima semana, na próxima sessão eu te dou o laudo.

- Ta ótimo. Ah, deixa eu só te dar o cheque.

- Ah, é mesmo. Eu tinha até esquecido.

- É duzentos,né?

- É, isso mesmo.

- Aqui, obrigada, Luana.

- Obrigada eu.

Levo Luciana até a porta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário