segunda-feira, 11 de junho de 2018

Em observação, na Gauísa


Hoje é domingo. São 16:10.

Estou na Gauísa, sentada.

Ao meu lado direito, um banco vazio. Ao meu lado esquerdo, minha mochila e uma garrafa d’água em cima do banco. Na minha frente, um corredor por onde as pessoas passam.

- Oi amor. Tudo bem? Que?

Um homem passa na minha frente.

O celular bipa. Direito da Marcelle.

- Tudo, amor. Tou lendo. Tá bom. Bom trabalho.

Um homem passa na minha frente. É branco, alto, gordo. Cabelo castanho e barba. Veste bermuda jeans, blusa cinza e sapato marrom.

Uma mulher senta ao meu lado direito. É Branca, magra, cabelo curto e liso. Veste uma saia longa vinho, um casaco dourado e uma sandália prateada.

- Que?

Uma menina passa na minha frente.

Uma mulher passa na minha frente.

Uma menina passa.

Uma mulher passa na minha frente.

Um homem passa na minha frente. É branco , alto, magro. Cabelo curto, castanho escuro, barba. Veste calça branca, blusa branca. Carrega um copo plástico de água.

Uma mulher.

Uma mulher passa na minha frente. É branca, alta, magra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário