terça-feira, 15 de abril de 2014

Em observação, no IAG

Hoje é sábado. São 7h42.

Estou numa sala, no IAG, na PUC, sozinha.

Estou sentada na primeira mesa e cadeira, aguardando o Basílio e os alunos.

Ninguém aos meus lados e nem na minha frente. Tudo iluminado e silencioso, apenas com o barulho do ar condicionado ligado.


Basílio retornou e estamos conversando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário