domingo, 27 de julho de 2014

Em observação, na clínica - 2

Hoje é segunda-feira. São 9h42.

Estou na recepção da clínica do doutor Antonio Carlos, sentada em um sofá.

Ao meu lado direito, a porta de vidro, que dá acesso ao hall dos elevadores. Ao meu lado esquerdo, um sofá vazio. Na minha frente, o vão por onde as pessoas passam.

Uma mulher passa na minha frente. É branca, magra, baixa, cabelo castanho, liso. Veste uma calça estampada, um casaco bege, uma sandália marrom, e uma bolsa bege. Usa óculos escuros.

- Espero, por mim, pela minha filha, espero não vir aqui tão cedo. Depois do susto, né? Por mim, eu vou ter que vir aqui até o final do ano, por causa da idade. Tchau, até logo.

Ela sai e fecha a porta de vidro atrás dela.

Estou, agora, sozinha na recepção. A Débora, secretária, fica atrás do balcão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário