domingo, 3 de novembro de 2013

Em observação, no escritório do pai - 6

Hoje é segunda-feira. São 15h52. Estou no escritório do meu pai, na sala de reunião.

Na mesa de reunião, na minha frente, sete candidatos fazem teste e redação para a vaga de Supervisor de vendas.

Os dois mais próximos de mim são o Carlo (*), à minha direita; e o André (*) à minha esquerda.

Carlo veste blusa social branca, listrada com beje. Tem o cabelo claro, curto. Barba por fazer. É magro e alto e faz a redação.

André veste terno azul marinho, com blusa, por dentro, azul clara e gravata azul marinho listrada com cinza. É baixinho, meio gordinho, cabelo preto. Também faz a redação.

Carlo parou de escrever e lê o que escreveu.

André parou de escrever, coçou o nariz, observa o que escreveu e balbucia algo. Agora, está sentado, recostado na cadeira, lendo o que escreveu. Retocou alguma coisa.

Carlo escreve, agora, sem parar.

André parou de escrever, já entregou sua redação e, agora, permanece me olhando. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário