domingo, 24 de novembro de 2013

Em observação, no trabalho do André - 2

Hoje é segunda-feira. São 17h26.

Estou no trabalho do André, na recepção.

Por aqui, tudo iluminado e silencioso. Apenas o barulho do servidor (acho). As portas permanecem fechadas. A da recepção e a que divide a recepção das salas.

Uma senhora passa pela sala, pela divisória de vidro, e sorri pra mim. Retribuo.

Duas moças passam pela recepção e saem, rindo. Não me olham ou falam comigo.

Uma faxineira passa pela recepção, com balde e vassoura, e entra no banheiro. Não olha para mim ou fala comigo.

A porta que divide a recepção das salas, agora, permanece aberta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário