domingo, 3 de agosto de 2014

Em observação, no escritorio do pai - 17

Hoje é segunda-feira. São 17h40.

Estou no escritório do pai, sentada à mesa dele. Na minha frente, duas poltronas vazias. Ao meu lado direito, uma mesa cheia de coisas em cima. Ao meu lado esquerdo, móveis com muitas coisas em cima.

O celular bipa. Whatsapp do Bernardo.

Por aqui, tudo aceso e silencioso. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário